Tuesday, April 21, 2009
Evolton

O amor parte-se ao
meio.

Sei que és a metade que me falta,
mas talvez corte a minha metade
ao meio, e finja que me consigo amar
a mim mesmo.


Posted at 06:36 pm by mortir

R.Joanna
January 22, 2010   12:15 AM PST
 
Este poema é, sem dúvidas, dos melhores que já li. E quanto mais o leio, mais gosto dele.
 

Leave a Comment:

Name


Homepage (optional)


Comments




Previous Entry Home Next Entry

"Poesia é uma coisa que não é a mesma coisa mas é igual."

Beatriz Bruno Antunes, 4 anos


   

<< April 2009 >>
Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat
 01 02 03 04
05 06 07 08 09 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30


If you want to be updated on this weblog Enter your email here:




rss feed